Confira 11 Dicas sobre Empregabilidade

A cultura organizacional vem se desenvolvendo conforme as novas exigências do mercado atual. As expectativas dos profissionais de recursos humanos e até mesmo dos diretores da empresa caminham para um novo olhar para os profissionais de qualquer segmento, desde o conhecimento sobre assuntos específicos como o trajeto de aprendizado percorrido. Hoje, valoriza-se muito aqueles quem mantém cursos de aperfeiçoamento, o que os diferencia dos demais, oportunizando novas responsabilidades e posição na empresa.

Confira 11 Dicas sobre Empregabilidade

A questão da Empregabilidade


Acompanhamos, diariamente, os reflexos advindos da onda de globalização que atinge o ambiente de negócios no mundo. A entrada de produtos importados no Brasil aumenta a cada dia de forma considerável, acarretando às Empresas a necessidade de revisão de todas as suas estratégias e planejamentos estabelecidos, com o objetivo de enquadramento e ajuste a estes novos tempos.

O profissional também deve se preparar, refletindo, analisando e adotando medidas que possibilitem o seu aperfeiçoamento, tornando-se atraente ao atual mercado de trabalho bem como o seu fortalecimento na Empresa onde atua.

A Empregabilidade, amplamente difundida em livros, artigos, palestras, cursos, etc., define e estabelece claramente os critérios para esse caminho.

Primeiro, dentro da autossocialização profissional, transmitindo e orientando sobre a postura mais adequada para os relacionamentos com os semelhantes, empregados veteranos e novatos, normas técnicas e administrativas, padrões éticos, cultura da cidade e região onde se atua, a história e produtos da Empresa, e até mesmo com os fornecedores e clientes habituais e com a situação financeira da sua Empresa e de seus parceiros comerciais.

 

É muito importante que os profissionais observem e pratiquem esses detalhes, considerados imprescindíveis nos momentos atuais e que conduzem, certamente, para uma significativa melhoria de relacionamento e um fortalecimento pessoal.

Segundo, para a prática de critérios básicos da Empregabilidade, a saber:
 

01 - Atualização profissional, conscientizando o profissional para a constante busca do aprimoramento de seu conhecimento, através de cursos universitários (graduação, pós-graduação, mestrado e doutorado) e seminários específicos, bem como a leitura de bons livros, revistas e jornais, além da pesquisa desenvolvida na internet, melhorando a sua atualização.

02 - A aprendizagem de idiomas, onde se destacam o inglês (fundamental) e até o mandarim, justificado pelo crescimento do papel e representatividade da China no mundo. A informática, evidente, deve ser ponto de destaque nessa procura por aperfeiçoamento, pois não existe mais espaço para o profissional que não sabe comunicar-se via e-mail e nem acessar a Internet, seja para assuntos pessoais como para a condução e realização de negócios.

03 - A qualidade também deve ser cada vez mais observada e praticada, pois é inconcebível receber e analisar trabalhos que não inspirem confiança, seja pelos dados contidos, ou pela precária apresentação dos mesmos.

04 - A participação em eventos sociais e esportivos da (e na) Empresa também devem ser olhados com cuidado, pois através deles o profissional pode prejudicar a sua imagem, seja pela falta de controle nos eventos ou mesmo pela falta de esportividade com colegas.

05 - A qualidade dos produtos e serviços da Empresa não deve ser contestada livremente, pois comentários, por mais simples que sejam, podem provocar sérios danos à reputação, imagem e confiabilidade da Empresa.

06 - Deve-se tomar cuidados até para os acontecimentos familiares, pois não são todas as pessoas que entendem, valorizam e reconhecem essa importância.

07 - A apresentação pessoal é outro critério que vem crescendo assustadoramente junto aos Empresários, exigindo, cada vez mais, a preocupação do indivíduo com roupas, cabelos, bigode, barba e para as mulheres a atenção para roupas adequadas e que não atentem para a moral e aos bons costumes, recomendando-se cuidados para os excessos praticados com a maquiagem, perfumes, joias e cabelos.

08 - O profissional deve saber o seu lugar dentro da Empresa, adotando uma postura ética e de respeito com os seus colegas e superiores hierárquicos.

09 - A apresentação de propostas, idéias e novas alternativas têm um grande significado, refletindo a integração e participação do profissional com as atividades da Empresa.

10 - O atendimento ao telefone também é um exemplo claro de como o profissional pode se prejudicar, cabendo a todos os devidos cuidados nesse ponto.

11 - A qualidade de vida tem aparecido como fator primordial no desenvolvimento do profissional, recomendando-se a prática de esportes, programas culturais, assim como a redução ou eliminação de abusos com bebidas, comidas e cigarros.

 

A reflexão sobre os pontos destacados neste artigo é indispensável, pois possibilitará às pessoas a oportunidade de revisão de sua carreira, posturas e habilidades, tornando-os empregáveis e credenciados para o atendimento dos novos requisitos do mercado de trabalho.
 

CARLOS DE CARVALHO
Nóbil Escola de Gestão e Negócios

Compartilhe esse artigo:

Dicas Empregabilidade: Nunca fale mal das empresas anteriores

Dicas Empregabilidade: Quais suas principais realizações profissionais

Dicas Empregabilidade: Como se vestir para uma entrevista de emprego

Momento Empreendedor: Missão, a importância dela para sua empresa

Contate-nos

  • Rua Ari Meirelles, 200 - Vila Santa Catarina - Americana - SP
  • (19) 3645-1901 | (19) 99136-1145
  • contato@nobil.com.br
  • Horário de Atendimento
    Segunda à Sexta das 9h às 17h

Deixe uma mensagem